Apresentação

A LPN é uma Organização Não Governamental de Ambiente (ONGA), de âmbito nacional, fundada em 1948, sendo a associação de defesa do ambiente mais antiga da Península Ibérica. É uma associação sem fins lucrativos com estatuto de Utilidade Pública. Tem os seus Estatutos disponíveis no site www.lpn.pt.

A LPN encontra-se sedeada em Lisboa, na Estrada do Calhariz de Benfica, nº 187, 1500-124 Lisboa (localização). A atual sede da LPN foi doada em 1976 pela família Freire de Andrade.
Na sede funciona também o Centro de Formação Ambiental e o Centro de Espeleologia.
 
Em Castro Verde, a LPN possui seis herdades, numa área total de cerca de 1800 ha, e o Centro de Educação Ambiental do Vale Gonçalinho (CEAVG). Em Évora, a LPN possui o Centro de Acolhimento e Recuperação de Animais Selvagens (CARAS) gerido pela Delegação LPN - Alentejo. E m Vila Nova de Poiares, a LPN possui uma herdade, a Quinta da Moenda, gerida pelo Núcleo LPN - Centro.

A LPN tem como objectivos principais a defesa do ambiente e contribuir para a conservação do Património Natural, da diversidade das espécies e dos ecossistemas, e como objectivos específicos:

• Contribuir para a Conservação da Natureza através de actividades que compreendem a investigação e implementação de projectos de conservação;
• Apoiar e desenvolver projectos de gestão sustentável dos recursos naturais com vista à Conservação da Natureza numa perspectiva de desenvolvimento sustentável;
• Promover a cidadania ambiental incentivando a participação pública, através de acções de formação e educação ambiental;
• Divulgar e sensibilizar para as questões relacionadas com o Ambiente;
• Impedir a delapidação e a destruição dos meios naturais, ou seus elementos, e do património cultural;
• Contribuir para a difusão do conhecimento produzido pelas comunidades académica e científica;
• Participar de forma activa no ordenamento e planeamento do território; e
• Colaborar com organismos congéneres e entidades oficiais do país e do estrangeiro.

Missão
A missão da LPN é a de contribuir para a Conservação da Natureza e para a defesa do Ambiente, numa perspectiva de desenvolvimento sustentável, que assegure a qualidade de vida às gerações presentes e vindouras.

Neste sentido, a LPN, enquanto ONGA e representante da sociedade civil, pretende contribuir para o desenvolvimento sustentável; trabalhar com os diferentes actores da sociedade como ONG nacionais e internacionais, agricultores, autarcas, investiga dores, técnicos, de âmbito regional, nacional e internacional; apoiar o desenvolvimento de estágios, teses de mestrado e de doutoramento através do estabelecimento de parcerias em prol do Ambiente e da Conservação da Natureza; participar em processos de discussão pública, de instrumentos de ordenamento do território, de estudos de impacte ambiental ou de propostas legislativas, bem como através da organização e participação em eventos sobre diferentes temáticas do domínio ambiental, tais como conferências, seminários, debates, workshops e reuniões de grupos de trabalho; exercer o direito de participação pública na tomada de decisão, acompanhando e influenciando, para o efeito, o desenvolvimento da política pública de ambiente, pretendendo ainda demonstrar a necessidade e a pertinência do associativismo como forma de preencher lacunas existentes na sociedade contemporânea. Em resumo, as actividades da LPN compreendem a intervenção cívica através de projectos de Conservação da Natureza e do Ambiente, Investigação, Formação, Educação e Sensibilização Ambiental.