Notícias

Floresta e Ambiente – Da Ecologia à Estética e da Ética à Educação

O tema da Floresta e Ambiente e suas inter-relações com a ética, a estética e a educação, foi o mote para a realização dos seminários Floresta e Ambiente – Da Ecologia à Estética e da Ética à Educação.





Nos dias 23 e 27 de maio, no auditório da escola sede do Centro de Formação de Escolas António Sérgio, Secundária D. Dinis, em Lisboa, o tema da Floresta e Ambiente e suas inter-relações coma ética a estética e a educação, foi o mote para a realização dos seminários Floresta e Ambiente – Da Ecologia à Estética e da Ética à Educação organizado pela LPN- Liga para a Protecção da Natureza e pelo Centro de Formação de Escolas António Sérgio, tendo o mesmo sido acreditado pelo CCPFC para efeitos de progressão da carreira docente.

No dia 23, o seminário contou na mesa de abertura com o diretor do centro de Formação de escolas António Sérgio - Joaquim Melro que após a apresentação dos seminários  dando as boas vindas aos participantes realçou o valor e a importância da Floresta e Ambiente na nossa sociedade e o papel fundamental da educação ambiental, como ação transdisciplinar, sendo necessária propiciar formação aos diversos agentes educativos que possibilite uma visão holística da natureza e da humanidade. O presidente da LPN – Tito Rosa no seu discurso de abertura, mencionou que apesar dos seus 69 anos de existência e de ser pioneira na génese em prol do ambiente em Portugal, a LPN nunca se desviou da sua intervenção prioritária no domínio da proteção das espécies e da Educação e Sensibilização Ambiental.

 A sessão contou com a participação dos oradores João Bugalho, Guida Rolo, Sofia Knapic, Paula Sequeira e Paulo Borges e com moderação de Maria Gusmão que muito contribuíram para que este fórum discussão e de reflexão transdisciplinar proporcionasse aos participantes a apropriação de conhecimentos bem como a mobilização/desenvolvimento de competências na área da Educação ambiental.

Da parte da tarde, os participantes, na sua maioria professores, foram convidados a participar numa saída de campo desenvolvendo várias atividades de Educação Ambiental realizadas no Parque Urbano Vale do Fundão e dinamizadas pela Divisão de Sensibilização e Educação Ambiental da Câmara Municipal de Lisboa. Realce que muitas dessas atividades poderem ser disponibilizadas às escolas contribuindo assim para um maior contacto dos alunos e população com os parques e jardins de Lisboa.

O segundo dia dos Seminários arrancou com o espetáculo “ O Homem que Plantava Árvores” de Jean Giono, sob a direção artística da professora Eduarda Oliveira do Agrupamento de Escolas Armando Lucena- Malveira, um trabalho que contou com a participação de 30 alunos, antigos alunos, professores e encarregados de educação resultando numa mensagem que nos leva a refletir sobre a necessidade de fazer emergir um novo paradigma ecológico e antropológico mais harmonioso e sustentável.

Estes seminários resultaram em duas excelentes sessões em que através da análise de diversos pontos de vista disciplinares, integrando-os, se realçou o trabalho das escolas para além de se ter constituiu num apelo à participação da comunidade para a importância da floresta, da sua defesa e proteção.