Notícias

Mais um passo na conservação dos Abutres à escala global

No passado dia 24 de outubro, um Plano de Ação para conservação dos Abutres Africanos e Eurasiáticos (Vulture MsAP) foi aprovado no âmbito da Convenção sobre a Conservação de Espécies Migradoras da Fauna Selvagem (CMS).





A LPN contribuiu para a discussão e preparação deste importante instrumento de conservação internacional e manifesta agora a sua satisfação pela sua aprovação na Conferência das Partes (COP12) da CMS, que se está realizar entre 23 e 28 de outubro em Manila, nas Filipinas.

No entanto, a adopção deste Plano de Ação por esta Convenção de que Portugal é Signatário, é apenas o primeiro passo com vista a uma mais eficaz conservação das espécies de abutres dos continentes Europeu, Asiático e Africano, estando o mais importante por assegurar - a aplicação e sucesso das medidas previstas no Plano nos diferentes países onde ocorrem estas espécies de aves necrófagas. Por isso, desde já apelamos a todos os países e partes interessadas, e em particular ao Estado Português, que garantam os recursos necessários e se empenhem totalmente na implementação deste Plano de Ação, a fim de que o mesmo possa atingir integralmente os seus objectivos e assim contribuir efetivamente para a recuperação das populações de abutres a nível global. Entre estas espécies está o abutre-preto em Portugal, para cuja conservação a LPN trabalha há já vários anos.

Partilhe esta notícia e contribua também para a divulgação da importância da conservação dos abutres em Portugal e no mundo!

Pode consultar a documentação referente a este Plano de Ação aqui.