Notícias

Projeto Escola+Eficiente um rumo para a mudança

A LPN esteve presente na sessão pública do Projeto Escola+ Eficiente no Eco-Espaço organizado pela Câmara Municipal da Amadora e Lisboa E-Nova – Agência de Energia e Ambiente





O Eco-espaço da Câmara Municipal da Amadora foi o local escolhido para a apresentação de uma das sessões de divulgação do projeto Escola+ Eficiente – Eficiência Energética da escola à comunidade, organizado pela Câmara Municipal da Amadora e Lisboa E-Nova – Agência de Energia e Ambiente na qual a LPN esteve presente através do seu professor destacado.

O Projeto é financiado pela ERSE e é concebido para sensibilizar para a eficiência energética, a promoção da alteração de comportamentos e alcançar reduções de consumos elétricos de forma a poupar a energia e o ambiente nas 21 escolas do 1ºciclo (público e privadas) e IPSS.
 

Na sessão foi dado a conhecer as 21 maquetes que resultam do 1º desafio lançado às escolas dos municípios de Amadora, Lisboa e Sintra, no âmbito do concurso que se candidataram. O projeto explora um conjunto das formas lúdicas de envolvimento sendo que neste ano letivo se promove uma competição saudável inter-escolar que envolve a sensibilização dos alunos, professores, funcionários e encarregados de educação através de uma monitorização em contínuo de gestão de consumos através de ferramentas tecnológicas.

Para além de todo o processo que o projeto tem de sessões interativas a todos os alunos envolvidos e de formação de funcionários e professores, pressupõe a realização de 4 desafios às escolas a desenvolver ao longo do ano. Pretende-se também integrar a comunidade, promovendo poupanças e aplicando a análise dos perfis de consumo elétrico em edifícios de pequena dimensão sem fins lucrativos.

Durante a sessão, o vereador, Luís Lopes da C. M. Amadora salientou a importância não só do projeto e do seu alcance mas também da necessidade de nós termos agir de modo eficiente a todos os níveis.

Foi também apresentada a Plataforma beWatt, plataforma didática da Energia Elétrica e que tem como interlocutor principal uma mascote que vai fornecendo informações e sugestões simbolizada pelo lobo-ibérico e que para o ano seguinte poderá ser representada também pelo lince-ibérico associando desse modo o consumo elétrico à proteção das espécies.

A mudança de comportamentos na sociedade é essencial pois estamos já sentindo o efeito das alterações climáticas e a título de exemplo estima-se que a Bacia do Sado tenha uma redução possível do escoamento na ordem dos 60% até 2100 (Santos et al., 2002) devido às alterações climáticas que se perspetivam. Ora uma das formas de combate às alterações climáticas é o da descarbonização reduzindo os impactes no ambiente, sendo que todos nós podemos fazer a diferença através de uma maior eficiência energética diminuindo a nossa pegada ecológica. 

Mais informações em:  http://www.escolaeficiente.org/
Projeto beWatt: http://bewatt.energy/