Projetos

LIFE Peneireiro-das-torres

Em Outubro de 2002, a LPN iniciou o projeto “Recuperação do Peneireiro-das-torres (Falco naumanni) em Portugal”, cofinanciado a 75% pelo Programa LIFE, com duração de 4 anos. Considerado como uma das espécies mais ameaçadas em termos globais, o Peneireiro-das-torres sofreu um acentuado declínio em Portugal desde meados do Séc. XX, restringindo-se hoje essencialmente ao Alentejo.


O projeto viou a recuperação da população da espécie em Portugal, centrando-se as suas ações na ZPE de Castro Verde, que abrangeram mais de 60% da população nacional, e também nas ZPE do Vale do Guadiana (com 20% da população) e de Campo Maior.
O principal resultado deste Projeto refletiu-se no aumento do número de casais de Peneireiro-das-torres. Em 2001, o ano que marcou o primeiro censo nacional desta espécie, o efetivo populacional foi estimado em menos de 300 casais. Em 2006 contabilizaram-se 445 casais de Peneireiro-das-torres, que nidificaram em mais de 50 colónias. Este resultado representa um aumento de 54% em apenas cinco anos. Durante os quatro anos do Projeto foram disponibilizados 812 novos locais de nidificação, 615 cavidades, 115 caixas-ninho e 82 potes-ninho. Cerca de 30% da população nacional de Peneireiro-das-torres nidificou nestes novos locais.
Este projeto teve um orçamento de 832 mil Euros e foi implementado apenas pela LPN.
Este projeto foi premiado pela Comissão Europeia como um dos melhores projetos LIFE de 2008.