Uma Aposta no Desenvolvimento Local
















No seguimento do investimento ambiental naquela região, e com o apoio da Câmara Municipal de Castro Verde, do Programa Ambiente e do Programa Leader, a LPN inaugurou em abril de 2000 o Centro de Educação Ambiental do Vale Gonçalinho, na Herdade com o mesmo nome, que permitiu fortalecer as atividades de educação ambiental, deu início à implementação de um programa para promoção de Ecoturismo na região e participou na implementação do projeto “Centro de Demonstração para a Gestão Integrada e Sustentável dos Recursos Hídricos” (no âmbito do Prémio Milénio/Sagres). Estes projetos têm contribuído para a sensibilização de inúmeras pessoas para a conservação das pseudo-estepes ou estepes cerealíferas e atraído muitos visitantes à região, contribuindo assim para a dinamização turística e o desenvolvimento local. O Centro de Educação Ambiental do Vale Gonçalinho funciona apenas com recurso a energias renováveis, sendo um exemplo demonstrativo do potencial destas energias, e de tratamento de efluentes através de plantas.
A LPN tem apostado na promoção do ecoturismo de forma a sensibilizar os turistas para a vulnerabilidade da avifauna estepária e a necessária preservação do seu ecossistema, desta aposta, são recebidos no Centro de Educação Ambiental em média cerca 500 turistas por ano, turistas estes que também dão o seu contributo para o desenvolvimento da economia local.
O impacto da sensibilização feito pela LPN junto das populações para afirmar a importância das aves estepárias tem tido um balanço positivo e prova disso é a utilização da Abetarda como “imagem de marca” do Concelho de Castro Verde. A Abetarda é a mascote dos Jogos Concelhios de Castro Verde, está presente nos logotipos do Clube de Caçadores de Entradas e do Clube Motard de Castro Verde, é também usada a Abetarda em vários materiais de divulgação, como por exemplo, umas das imagens usadas no stand da Câmara Municipal de Castro Verde na Bolsa de Turismo de Lisboa. Para além da Abetarda também o Cortiçol é usado no logotipo da cooperativa de Informação e Cultura de Castro Verde.
Para reforçar a proximidade e conhecimento das aves presentes em Castro Verde a Câmara Municipal de Castro Verde em colaboração com a LPN fez uma exposição para o parque infantil com algumas das mais emblemáticas aves da região.
Ainda em conjunto com a Câmara Municipal de Castro Verde e a Associação dos Agricultores do Campo Branco, foram realizadas três edições das Jornadas Ambientais de Castro Verde, em 2001, 2003 e 2006. Estas Jornadas permitiram a troca de opiniões e o fortalecimento das sinergias entre as forças vivas com atuação na ZPE de Castro Verde, no sentido de reforçarem a aposta na conservação da natureza como eixo fundamental do desenvolvimento local.