A Floresta no Centro de Portugal
Evento:

Já aconteceu

Local:

Vila Nova de Poiares, Coimbra

Horário:

das 9h30 às 12h30

Data:

26 de novembro (terça-feira) de 2019

NA

NA

Despovoamento do interior, abandono agrícola, fragmentação da propriedade, reduzido retorno económico imediato face aos recorrentes incêndios florestais, más práticas e elevados custos da "limpeza" da floresta, são alguns dos desafios atuais que os pequenos proprietários e gestores florestais da sub-região do Pinhal Interior Norte enfrentam.

 

Desafios que também a Liga para a Protecção da Natureza conhece de perto, enquanto proprietária de um pequeno espaço florestal no concelho de Vila Nova de Poiares (distrito de Coimbra), e que ao longo dos últimos anos nos motivaram à implementação das melhores práticas florestais com vista à recuperação da floresta autóctone e à defesa da floresta.

 

Um caso de sucesso* que queremos agora partilhar através de ações de formação e demonstração de boas práticas, para incentivo à sua replicação nesta região do país.

 

 

Local

Quinta da Moenda, Vila Nova de Poiares (Coimbra)

Coordenadas GPS: 40.224855, -8.266410

 

 

Programa

9h30 às 11h

  • Boas práticas florestais na recuperação da floresta autóctone - o caso da Quinta da Moenda | Por Samuel Vieira, LPN

11h às 12h30

  • Ecologia e Gestão do Fogo, Defesa da Floresta Contra Incêndios e Fogo Controlado | Por Joaquim Sande Silva, Escola Superior Agrária de Coimbra – Instituto Politécnico de Coimbra

 

 

NOTA: A organização disponibiliza transporte gratuito coletivo entre Coimbra e Vila Nova de Poiares, com saída de Coimbra às 8h30 (ESAC e Universidade de Coimbra) e regresso ao mesmo local às 13h30. Para mais informações e reserva de um lugar, entre em contacto connosco.

 

 

Destinatários
Proprietários e gestores florestais. Autarquias. Empresários florestais e empresas de trabalhos florestais, sapadores florestais e outros técnicos de operações florestais. Estudantes de ensino superior. Público em geral.

 


Inscrições
Atividade Gratuita com inscrições obrigatórias até 24 de novembro para geral@lpn.pt | 217780097.
No ato de inscrição indicar o nome e data de nascimento para efeitos de ativação do seguro.

 

 

Notas

  • As ações incluem um percurso pedestre com cerca de 1 km e várias paragens na sua extensão.
  • Vagas limitadas de acordo com a ordem de chegada de inscrição.
  • No caso das condições meteorológicas não permitirem as ações serão adiadas para data a confirmar.

 

 

 

 

* A história da Quinta da Moenda

Doada à LPN em 2008 para fins de utilidade pública, a Quinta da Moenda foi entregue aos cuidados do grupo de voluntários do Núcleo da LPN da zona Centro que, ao longo destes anos, ali foram experimentando e implementando diferentes abordagens silvícolas próximas da natureza com vista à recuperação da vegetação autóctone.

 

Resultado desse trabalho, este espaço florestal com cerca de três hectares e atravessado pela ribeira de Poiares é hoje conhecido como o "Refúgio Biológico de Vila Nova de Poiares" devido à sua diversidade de fauna e flora.

 

Ali podemos encontrar espécies típicas da floresta nativa da região, como o carvalho-roble (Quercus robur), o sobreiro (Quercus suber), o bordo (Acer pseudoplatanus), o pilriteiro (Crataegus monogyna), o sabugueiro (Sambucus nigra), o salgueiro (Salix sp.), o amieiro (Alnus glutinosa), o freixo (Fraxinus angustifolia), o sanguinho (Frangula alnus), o azevinho (Ilex aquifolium), a urze (Erica sp.), a gilbardeira (Ruscus aculeatus), entre outros.

 

Uma vez recuperada, este reduto de floresta autóctone funciona atualmente como barreira natural à progressão de incêndios florestais no espaço florestal envolvente, dominado por eucalipto, pinheiro-bravo e acácias.

 

 

 

Uma iniciativa apoiada por:

 

  • Eventos
  • Formações

Subscreva a
nossa Newsletter

Se deseja receber informação atualizada sobre a LPN, por favor insira o seu email:

©2018 Liga para a Protecção da Natureza.

Powered by bluesoft.pt