Embarque com o barco Bote Leão.
Evento:

Já aconteceu

Formação

Esta ação pode ser acreditada para os docentes como ação de curta duração

Local

Cais de Alcochete

Horário

das 14h30 às 17h30

Inscrições Encerradas

ESTUÁRIO DO TEJO – Um Laboratório de Educação Ambiental

19 SETEMBRO DE 2020

 


O estuário do Tejo é reconhecidamente considerado como uma das zonas húmidas mais importantes da Europa. Ao longo dos tempos tem-se adaptado a diversas pressões, sofrido alterações no seu traçado e tem sido palco de um dos maiores espetáculos da natureza como é o caso das grandes migrações das aves. Para além do seu valor cultural, testemunho de momentos ricos de ocupação humana possui um valor natural de exceção, constituindo um santuário para peixes, moluscos, crustáceos e avifauna que importa conservar face às inúmeras ameaças a que está sujeito. O que poderemos considerar em termos da sua evolução futura? Como se comportará face às contínuas pressões e ameaças?

 

Navegando pelo estuário do Tejo é assim um percurso preferencial para que os participantes conheçam melhor esta área protegida, capacitando-os para o cumprimento dos objetivos do Desenvolvimento Sustentável e principais eixos temáticos da Estratégia Nacional de Educação Ambiental2020, designadamente o pilar central de Valorizar o Território.

 

Objetivos

  • Caraterizar o estuário do Tejo proporcionando o contacto com alguns aspetos da geo e biodiversidade, realçando a sua importância.
  • Descrever os principais acontecimentos da história geológica do estuário do Tejo.
  • Divulgar a tectónica e as dinâmicas morfosedimentares estuarinas do Tejo.
  • Divulgar o funcionamento do ecossistema estuarino do Tejo e a sua importância para o equilíbrio ecológico e da humanidade.
  • Identificar e observar organismos caraterísticos da fauna estuarina do Tejo.
  • Relacionar os fatores que controlam a distribuição dos organismos no estuário.
  • Observar e identificar as aves do estuário do Tejo e relacionar os fatores que controlam a sua distribuição, migração e seu povoamento.
  • Identificar fatores de ameaça à geo e biodiversidade do estuário do Tejo.
  • Reconhecer e identificar alguns aspetos que perturbam o equilíbrio ecológico.
  • Promover o turismo ambiental de forma a colaborar na conservação, proteção e valorização do espaço natural do estuário do Tejo.
  • Relacionar os fatores que controlam a distribuição dos organismos no estuário.

 

 

Descrição geral do percurso
Neste percurso, navegando pelo Tejo vamos ter a oportunidade de usufruir de uma viagem inesquecível desfrutando de um cenário de inegável beleza, observando e caraterizando a flora e fauna existentes, ao mesmo tempo em que se efetua um enquadramento natural junto à Reserva Natural do Estuário do Tejo.


Desfrutando de momentos ricos em paisagem, numa embarcação típica, o “Bote Leão” que permite navegar pelos baixios e tirar partido da beleza natural e das condições de exceção da Reserva Natural do Estuário do Tejo onde se aviva a memória da vida passada das gentes da beira-rio. O itinerário propõe dar a conhecer uma visão abrangente do estuário do Tejo, passando junto a antigas salinas, sapais, mouchões e onde durante o trajeto poderemos observar as diferentes espécies de aves estuarinas da época, algumas residentes e outras que encontram aqui um local ideal para repousar e se alimentarem nos seus percursos de migração da Europa para a África Ocidental.


Com início no cais de Alcochete junto ao largo da Misericórdia indo pela Cala Sul passamos pelo Mouchões, percorrendo um vasto património natural, as ilhas desabitadas que pontilham aqui e ali o rio, que constituem pontos obrigatórios. Durante a viagem percorrem-se as histórias do Tejo e das suas gentes evidenciando que a evolução e configuração ao longo dos tempos geológicos não foi a mesma, o que permitiu que se instalassem os principais habitats e povoamentos vegetais que integram a Reserva Natural, e por conseguinte, toda uma riqueza de vida que realça toda a sua beleza e importância.


Envolvidos pela beleza e complexidade que o Estuário encerra embarcaremos na aventura do conhecimento da sua beleza paisagística moldada pela geologia e pela forte relação existente entre a cultura e a sua biodiversidade

 

 

Dinamizadores

  • Carlos Pacheco (Associação Portuguesa de Anilhadores de Aves (APAA)
  • Jorge Fernandes (professor de Biologia-Geologia, destacado na LPN)

 

 

Local de partida e de chegada
Cais de Alcochete – pontão junto ao largo da Misericórdia em Alcochete.

Coordenadas GPS: N 38º 45' 21.80'' | W 8º 57' 49.04''

 

Como chegar vindo de Lisboa:
Transportes Públicos:

TST - Carreira 431 (Lisboa- Montijo). Partida mais próxima da hora do evento: 13h e 15m (duração prevista:  27 minutos). Fonte: Moovit.

 

 

 

Destinatários
Associados da LPN, professores  dos diferentes níveis de ensino e técnicos de educação ambiental.

 

NOTA: Esta ação pode ser acreditada para os docentes como ação de curta duração de 3 horas pelo Centro de Formação da LPN - ACD, ao abrigo do Despacho 5741/2015 de 29 de maio com relevância na dimensão científica e pedagógica, para os efeitos previstos no artigo 9.º do Decreto-Lei n.º 22/2014, de 11 de fevereiro e despacho nº779/2019 para os grupos 230, 420. 510, 520 e 560.

 

 

Inscrição 
Associados LPN: 35 €
Não associados LPN: 45 €

 

IBAN para pagamento: PT50 0035.0277.00008424930.60 (enviar comprovativo de pagamento).

 

NOTA: Se for professor/a, no ato da inscrição, no campo "observações" indicar a escola e o grupo de recrutamento.

 

Para informações contactar para 217780097 | geral@lpn.pt

 

 

Notas Importantes

  • Levar água e farnel.
  • Levar chapéu, casaco e protetor solar.
  • Levar binóculos caso tenha.
  • Inscrição limitada face às contingências do Covid 19 a dezassete participantes de acordo com a ordem de chegada de inscrição, com formalidade efetuada.
  • Na eventualidade da saída não se realizar, devido a condições meteorológicas, por exemplo, agradecemos consulta do mail três dias antes da realização da saída.

 

 

Atendendo às atuais circunstâncias associadas à COVID-19, algumas medidas de segurança serão implementadas nos passeios a bordo das embarcações tradicionais do Tejo, nomeadamente:

  • Uso obrigatório de máscara;
  • Higienização das mãos ao entrar e ao sair da embarcação;
  • Cumpriimento das medidas de etiqueta respiratória recomendadas pela DGS;
  • Evitar tocar em superfícies e objetos desnecessários;
  • Respeitar a distância de, pelo menos, 2 metros quando se encontram na fila para entrar na embarcação (exceto cohabitantes);
  • Durante o percurso deve permanecer sempre no mesmo espaço;
  • Aguardar indicação para sair do lugar no final da saída;
  • Seguir as instruções da tripulação.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Eventos
  • Formações

Subscreva a
nossa Newsletter

Se deseja receber informação atualizada sobre a LPN, por favor insira o seu email:

© 2018 Liga para a Protecção da Natureza.

Powered by bluesoft.pt