O projeto “LIFE PowerLines4birds - Reduzir o impacto das linhas elétricas para melhorar a conservação de aves ameaçadas na Península Ibérica”, financiado pelo Programa LIFE da União Europeia (UE), pretende reduzir o impacto das linhas elétricas por eletrocussão e colisão para 7 espécies prioritárias de aves altamente vulneráveis a esta ameaça: Abutre-do-Egipto (Neophron percnopterus), Águia-imperial-ibérica (Aquila adalberti), Abutre-preto (Aegypius monachus), Abetarda (Otis tarda), Sisão (Tetrax tetrax), Tararanhão-caçador (Circus pygargus) e Rolieiro (Coracias garrulus).

 

Inúmeros estudos mostram claramente que as linhas aéreas de energia representam um risco de colisão e eletrocussão para as aves.


Portugal e Espanha partilham esta realidade, inclusive nas Zonas de Proteção Especial para aves (ZPE) da Rede Natura 2000 onde representam uma grande ameaça para várias espécies de aves ameaçadas de extinção.

 

Com duração prevista até abril de 2027 e financiado em mais de 4 milhões de euros pela UE, este projeto é liderado pela Liga para a Protecção da Natureza (LPN), e reúne como parceiros a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), a QUERCUS, a Sociedad Espanola de Ornitologia (SEO) e a E-REDES -Distribuição de Eletricidade SA. Conta ainda com a colaboração do ICNF - Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

 

O objetivo do projeto a longo prazo é reduzir o impacto das linhas elétricas por eletrocussão e colisão para 7 espécies prioritárias de aves altamente vulneráveis a esta ameaça: Abutre-do-Egipto (Neophron percnopterus), Abutre-preto (Aegypius monachus); Águia-imperial-ibérica (Aquila adalberti), Abetarda (Otis tarda), Sisão (Tetrax tetrax), Tartaranhão-caçador (Circus pygargus) e Rolieiro (Coracias garrulus) através da implementação de objetivos específicos tais como:

 

  • Garantir áreas seguras de reprodução e alimentação com menores interações perigosas com linhas elétricas;
  • Promover uma redução significativa na mortalidade de aves devido à interação com as linhas elétricas em ZPE’s Rede Natura 2000 e áreas adjacentes, através de uma implementação mais alargada de boas práticas existentes;
  • Testar novas metodologias para melhorar a eficiência das medidas de mitigação da mortalidade de aves, que poderão ser posteriormente aplicadas em novas linhas de alta tensão a nível nacional;
  • Aumentar a capacidade de identificar e prever hotspots de mortalidade em linhas elétricas;
  • Promover a capacitação dentro das empresas de eletricidade e órgãos governamentais e aumentar o relatório de incidentes por profissionais;
  • Melhorar a governança e a sustentabilidade da rede para melhorar a conservação da natureza e da proteção da biodiversidade;
  • Promover o networking com outros projetos, combinando assim esforços de conservação com outros projetos que estão a trabalhar com esta e outras ameaças de conservação para as espécies de aves visadas.

 

Este projeto aumentará substancialmente as áreas seguras de reprodução e alimentação, reduzindo o risco de mortalidade de aves devido a linhas elétricas em 23 ZPE transfronteiriças (14PT+9SP), contribuindo assim para proporcionar melhores condições de sobrevivência e melhorar as populações destas espécies na Península Ibérica.

 

O projeto também irá contribuir para aumentar a área de distribuição e o sucesso reprodutor do rolieiro (Coracias garrulus), através da instalação de caixas ninho em apoios anti-eletrocussão da rede elétrica.

 

Também irá promover a governança, reunindo as partes interessadas relevantes para discutir e melhorar os regulamentos e as melhores práticas, replicáveis a outras empresas e países.

 

Este Projeto pretende ser um passo à frente na mitigação do impacto da rede elétrica sobre as aves para ambos os países (Portugal e Espanha), atualizando o conhecimento das partes interessadas para melhorar a sustentabilidade das redes e para a gestão da rede Natura 2000.

 

 

 

 

BENEFICIÁRIO COORDENADOR

 

 

 

BENEFICIÁRIOS ASSOCIADOS

 

 

FINANCIAMENTO COMUNITÁRIO

 

 

Subscreva a
nossa Newsletter

Se deseja receber informação atualizada sobre a LPN, por favor insira o seu email:

© 2018 Liga para a Protecção da Natureza.

Powered by bluesoft.pt