2018

No próximo dia 20 de setembro, quinta-feira, será realizada a Sessão Pública de Encerramento do Projeto LIFE Charcos, a partir das 9h45, no Auditório da Associação de Beneficiários do Mira, em Odemira, com entrada livre.

 

Neste evento de encerramento oficial do Projeto LIFE Charcos serão apresentados os resultados alcançados ao longo deste projeto nas ações de recuperação do habitat, cartografia e boas práticas de gestão, bem como nas ações de sensibilização e educação ambiental.

 

A sessão terminará com uma visita de campo ao Centro de Interpretação dos Charcos Temporários do Sudoeste Alentejano, que irá decorrer durante a tarde.

 

O Projeto LIFE+ "Conservação de Charcos Temporários na Costa Sudoeste de Portugal", cujo acrónimo é LIFE Charcos, coordenado pela Liga para a Protecção da Natureza (LPN) e que conta com a parceria de diversas instituições públicas e privadas, designadamente a Universidade de Évora (UÉvora), a Universidade do Algarve (UAlg), a Câmara Municipal de Odemira (CMO) e a Associação de Beneficiários do Mira (ABM), visou a conservação de um habitat prioritário, os Charcos Temporários Mediterrânicos (habitat prioritário 3170 da Diretiva Habitats), por se encontrarem ameaçados devido à sua fragilidade ecológica e desconhecimento do seu valor natural.

 

O Projeto LIFE Charcos foi implementado no Sítio de Importância Comunitário (SIC) da Costa Sudoeste da Rede Natura 2000 (parcialmente coincidente com o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina).

 

Com este projeto contribuiu-se para aumentar o conhecimento e sensibilização sobre este habitat e melhorar o estado de conservação dos Charcos Temporários Mediterrânicos no Sudoeste de Portugal, através da implementação de diversas intervenções demonstrativas, que foram possíveis com a colaboração e participação de diversas entidades e pessoas (proprietários, agricultores, gestores florestais, empresas, escolas, empresas, entre outras).   

 

Entre as ações mais relevantes salientam-se:

  • Elaboração da cartografia atualizada para este habitat no SIC da Costa Sudoeste, tendo sido identificados 133 Charcos Temporários Mediterrânicos e definido o estado de conservação de cada um;
  • Definição de normas gerais de gestão e de Planos de Gestão para os 133 Charcos Temporários identificados;
  • Realização de acordos com 9 proprietários para a conservação de 26 Charcos Temporários (20% dos Charcos Temporários existentes no SIC da Costa Sudoeste);
  • Constituição de um Banco de Germoplasma (banco de sementes) com sementes de 116 espécies de plantas, das quais 87 espécies são caraterísticas dos Charcos Temporários Mediterrânicos e 29 de espécies que são frequentes mas não exclusivas deste habitat;
  • Criação do Centro de Interpretação dos Charcos Temporário do Sudoeste Alentejano no concelho de Odemira, para apoiar a visitação e a descoberta deste habitat e da biodiversidade que lhe está associada;
  • Realização de vários passeios temáticos associados à biodiversidade dos Charcos Temporários, que envolveram centenas de pessoas;
  • Realização de 6 sessões de divulgação e esclarecimento locais e 2 formações para agentes de fiscalização (técnicos e vigilantes ICNF e APA e agentes GNR-SEPNA);
  • Realização do Seminário LIFE Charcos para a troca de experiências e de conhecimento sobre Charcos Temporários entre a comunidade científica internacional;
  • Realização de 128 visitas às escolas e 91 saídas de campo das turmas que acompanharam a implementação do projeto, envolvendo um total de cerca de 3060 alunos;
  • Implementação de uma Rede de Custódia dos “Guardiões para a proteção dos Charcos Temporários”;
  • Produção de diversos materiais de divulgação (newsletter semestral, brochura, cartazes, autocolantes, conto infantil, jogos virtuais, painéis exteriores, relatório não-técnico, vídeo do Projeto, Guia ilustrado, Manual de Boas Práticas, entre outros).

 

Para garantir a conservação futura destes Charcos Temporários, contaremos com o apoio de todos os Guardiões da Rede de Custódia para continuarmos a proteger e salvaguardar este raro e magnífico habitat, onde ocorrem algumas espécies que não existem em mais nenhum local do mundo e outras que existem desde o tempo dos dinossauros.

 

Charcos Temporários um Habitat Natural a Proteger!

Subscreva a
nossa Newsletter

Se deseja receber informação atualizada sobre a LPN, por favor insira o seu email:

©2018 Liga para a Protecção da Natureza.

Powered by bluesoft.pt