Cabanas tradicionais de pescadores

O Centro de Interpretação para a Lagoa de Óbidos, um projeto do Orçamento Participativo Portugal, esteve este sábado no Vau para a realização do atelier “Cabanas tradicionais dos Pescadores da Lagoa de Óbidos”. Esta ação contou com a participação e orientação de Valdemar Lopes, Pescador na Lagoa de Óbidos.


As cabanas dos pescadores da Lagoa de Óbidos são estruturas de apoio onde os pescadores podem guardar os apetrechos da pesca e até descansarem nos intervalos que estão em terra. Outrora, estas cabanas serviam de habitação aos varinos durante os meses de faina que ali passavam dedicados à apanha de limos.


Nessa altura, na construção das cabanas eram utilizados apenas materiais vegetais (canas, caniços, bunho, juncos, varas de pinho e de eucalipto). Com o passar dos tempos, as cabanas foram “evoluindo” podendo atualmente integrar no seu revestimento materiais sintéticos para um maior conforto térmico, como lonas de plástico.


Para além de uma aprendizagem sobre o processo de construção das originais e das atuais cabanas de pescadores, os participantes tiveram ainda a oportunidade de aplicar as metodologias numa ação de voluntariado que teve como objetivo substituir a cobertura de uma destas cabanas, constituída por canas e caniços, já danificada.


Assim, na manhã chuvosa de sábado, o grupo reuniu-se junto da cabana do Sr. Valdemar, preparado para um dia intenso de trabalho.

 

 

 

 

 

Nem mesmo os aguaceiros desmobilizaram o grupo que rapidamente, sob as instruções do Sr. Valdemar, se organizou para dar uma resposta rápida e eficaz às tarefas: uns cortavam as canas ao comprimento certo para as fachadas, outros guardavam as sobras para serem utilizadas no telhado, outros iniciavam a remoção da cobertura velha da cabana.

 

 

 

 

 

 

Já perto da hora de almoço, a nova cobertura começou a ganhar expressão!

 

 

 

 

Da parte da tarde, mesmo sob aguaceiros, deu-se continuação aos trabalhos de reconstrução das fachadas.

 

 

 

 

 

 

Mesmo acelerando o ritmo, o atraso provocado pela chuva que se fez sentir durante todo o dia não permitiu finalizar os trabalhos, pelo que ficou agendado um novo encontro já para o dia 12 de outubro (sábado).

 

O Centro de Interpretação para a Lagoa de Óbidos convida-o a participar nesta reedição do atelier! Mediante o número de inscrições, propomo-nos a alargar a intervenção à cabana de um outro pescador, permitindo-lhe assim acompanhar este processo e respetiva metodologia do princípio ao fim.


Junte-se a nós, inscreva-se aqui!


O Sr. Valdemar tinha ainda uma surpresa reservada para os participantes e ao final da tarde surpreendeu-nos com uma atuação de cantorias ao som da concertina.

 

 

 

O nosso especial agradecimento ao Sr. Valdemar, familiares e amigos pela sua hospitalidade e a todos os participantes pela motivação, empenho e simpatia. Bem haja!

 

 

 

Para mais informações sobre o Centro de Interpretação para a Lagoa de Óbidos, clique aqui.

 

 

 

Subscreva a
nossa Newsletter

Se deseja receber informação atualizada sobre a LPN, por favor insira o seu email:

©2018 Liga para a Protecção da Natureza.

Powered by bluesoft.pt