Ciência Participativa no rio Tejo: Monitorização de Lixo

No âmbito do Mediterranean Action Day 2019 (MAD 2019) a LPN e a FCT NOVA / MARE promoveram nos dias 29 e 31 de maio e 3 de junho um conjunto de três ações de limpeza e monitorização de lixo marinho nas margens norte e sul do rio Tejo.


O arranque foi dado na Praia do Segundo Torrão - Trafaria, onde no dia 29, cerca de 60 participantes recolheram 23,1kg de lixo numa extensão de 50m de praia. Os alunos da escola EB2,3 Piscinas-Lisboa e os seus visitantes do projeto Erasmus recolheram um total de 806 itens de lixo, dos quais se destacaram os fragmentos de plástico rígido em primeiro lugar, seguidos dos cotonetes e das beatas de cigarro.


No dia 31 de maio, na Praia do Samouco – Alcochete, foi a vez dos alunos do Agrupamento de Escolas de Alcochete porem mãos à obra e deixarem 100m de praia limpa. A atividade contou com cerca de uma centena de crianças e jovens que recolheram 59 kg de lixo. Desta feita somaram-se 2434 itens de lixo e foram os cotonetes a ocuparem o primeiro lugar, seguidos dos fragmentos de plástico rígido e das beatas de cigarro.


A 3 de junho a iniciativa teve inicio com uma apresentação sobre o lixo marinho no anfiteatro da Escola Básica 2,3 D. Martinho Vaz Castelo Branco - Póvoa de Santa Iria, e com o percurso a pé da escola até à margem do rio. O grupo que rondava os 100 participantes foi então divido em três grupos e distribuído pela Zona Ribeirinha (2 zonas do Parque Ribeirinho e a Praia dos Pescadores e parque adjacente) para dar início à limpeza/monitorização. No final da ação todos os participantes se reuniram para realizar a pesagem do lixo recolhido e debater as diferenças entre o lixo encontrado nas três zonas monitorizadas. À beira rio foram recolhidos, num total de 650m, 2405 itens de lixo que não chegarão ao mar. Entre os 24,9kg de lixo recolhido as beatas de cigarro ocuparam o primeiro lugar, com mais de 680 unidades, sendo que em segundo e terceiro lugares ficaram respetivamente o papel e os balões.


Esta iniciativa contou com o financiamento da Federação de ONGs de Ambiente e Desenvolvimento, MIO-ECSDE, e incidiu sobre várias questões ambientais relevantes em cada local dos diversos países da Europa onde foi implementada. Um convite à ciência participativa que por cá se fez cumprir somando mais de duas centenas e meia de participantes.

 

 

 

 

Subscreva a
nossa Newsletter

Se deseja receber informação atualizada sobre a LPN, por favor insira o seu email:

©2018 Liga para a Protecção da Natureza.

Powered by bluesoft.pt