Incêndio no coração da Reserva da Biosfera da UNESCO de Castro Verde

A LPN lamenta o grave incêndio que ocorreu em Castro Verde esta segunda-feira, 13 de julho, com graves consequências humanas e biofísicas.

 

Lamentavelmente houve ferimentos graves em dois bombeiros da Corporação de Cuba, a quem desejamos votos de uma plena recuperação, dando todo o nosso apoio às famílias e a toda a corporação de bombeiros.

 

Este incêndio com mais de 2100ha atingiu o coração da Reserva da Biosfera da UNESCO de Castro Verde (3,5% da área da Reserva da Biosfera) fustigando várias propriedades agrícolas, incluindo algumas que constituem a zona núcleo desta Reserva.

 

Entre elas, a Herdade do Vale Gonçalinho, que ardeu parcialmente (cerca de 150 hectares), mas onde foi possível salvaguardar o Centro de Educação Ambiental do Vale Gonçalinho. Ardeu também um abrigo de fotografia e cerca de 3,5km de vedações, além de outros danos materiais no local.

 

Para Jorge Palmeirim, Presidente da Direcção Nacional da LPN, "foi um acontecimento com consequências dramáticas para os agricultores da região, o habitat de espécies ameaçadas e, acima de tudo, para os bombeiros feridos e as suas famílias. É no entanto encorajador que a Câmara de Castro Verde tenha em comunicado demonstrado a vontade de ajudar a criar condições que permitam a minimização dos impactos deste acidente na biodiversidade. Também a LPN se empenhará neste processo, no seguimento dos seus esforços de muitos anos para proteger e valorizar os importantes ecossistemas do Concelho de Castro Verde, agora integrados na sua Reserva da Biosfera."

 

A LPN gostaria de agradecer a todos os elementos dos Bombeiros, da Proteção Civil e aos agricultores que estiveram envolvidos no combate ao fogo e que conseguiram evitar uma maior propagação do incêndio.

 

 

 

Subscreva a
nossa Newsletter

Se deseja receber informação atualizada sobre a LPN, por favor insira o seu email:

© 2018 Liga para a Protecção da Natureza.

Powered by bluesoft.pt