Literacia para a Floresta em Vila Nova de Famalicão

Literacia para a Floresta na Escola

Didáxis – Vale de São Cosme – Vila Nova de Famalicão

 

 

No dia 21 de maio a LPN através do projeto Literacia para a Floresta efetuou mais uma saída de campo, iniciando um conjunto de saídas com seis Agrupamentos de Escolas do concelho de Vila Nova de Famalicão.


No âmbito da disciplina de cidadania, os alunos da turma 7.1 da Escola Didáxis visitaram o Penedo da Moura acompanhados com a professora Maria João Cerqueira, do professor destacado na LPN, da técnica do Gabinete de Educação Ambiental e arqueóloga da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e de um membro do Staff do Trail Penedo da Moura.


O programa constou de uma caminhada de aproximadamente 3kms entre caminhos e casas rurais, zonas de charcos, trilhos florestais culminando com a subida ao cimo do Penedo da Moura, local de interesse geológico, histórico, arqueológico e etnográfico e onde se observa uma excelente panorâmica da região.

 

 

 

 

 

Ao longo do trajeto os alunos iam preenchendo o guião da saída da LPN, tirando algumas dúvidas ao professor destacado e à responsável do gabinete de Arqueologia. Simultaneamente, ia-se observando e descrevendo aspetos da flora e fauna locais, sensibilizando-se para a importância e conservação da floresta autóctone em interligação com os aspetos culturais da história e arqueologia.

 

 

Fotografia: Junta de Freguesia de Mogege.

 

 

O afloramento rochoso do penedo da Moura constituído por granitos (classificados como Granito de Eiriz: monzogranito de grão médio de tendência porfiróide - presença de megacristais numa matriz granular de grão inferior, de duas micas, por vezes com sulfuretos disseminados) foi parcialmente cortado para a implantação de uma empresa de transformação de granito sendo visíveis no granito do sítio vários entalhes. Alguns desses entalhes, aparentemente foram causados pela erosão das chuvas e outros, provocados pela tentativa de corte do afloramento sendo visíveis os entalhes para colocação de cunhas.

 

 

Penedo da Moura (Aspetos de Erosão do granito) - Assemelham-se a desenhos que fazem lembrar uma tigela, um prato, um garfo, uma colher e uma cama. Dizem as pessoas antigas que isto é uma prova de que habitavam aí os Mouros e todos esses utensílios são vestígios por eles deixados.

 

 


Contam também os nossos antepassados que o Penedo da Moura está também associado a diversas lendas, nomeadamente de que ainda vive lá uma moura encantada que utiliza os objetos nele desenhados: uma tigela, um garfo, uma colher e uma cama. De valor arqueológico, o sítio do Penedo da Moura apresenta ótimas condições de defesa e visibilidade onde a toda à volta do penedo parece ter existido um muro de contenção ou muralha, que atualmente é mais evidente a Sudeste, embora já muito derrubado. As áreas de derrube fornecem bastante material arqueológico. Pelo tipo de assentamento e pelos vestígios encontrados parece ter- se tratado de um posto de vigia.

 

Finalmente, na Praça de Santa Marinha, em Mogege, a Junta de Freguesia ofereceu um pequeno lanche ao ar livre com entrega de pequenas ofertas alusivas ao objeto da visita. No fim, um agradecimento especial especial à CMVNF e à Junta de Freguesia de Mogege que colaboraram para mais uma excelente saída do Projeto Literacia para a Floresta da LPN.

 

 

Fotografia: Junta de Freguesia de Mogege.

Subscreva a
nossa Newsletter

Se deseja receber informação atualizada sobre a LPN, por favor insira o seu email:

©2018 Liga para a Protecção da Natureza.

Powered by bluesoft.pt