Restauro de cabanas de pescadores

Fotografia cortesia de Adelaide Isidoro

 

 

 

No início do mês, o Centro de Interpretação para a Lagoa de Óbidos regressou ao Vau para a segunda edição do atelier “Cabanas tradicionais dos Pescadores da Lagoa de Óbidos”.

 

O grupo, maioritariamente constituído por participantes repetentes nesta ação, tinha como foco concluir o restauro da cabana do Sr. Valdemar, o pescador da Lagoa de Óbidos que com muita amizade nos acolheu neste desafio, transmitindo-nos vários ensinamentos e histórias sobre a Faina na lagoa.

 

Para além da substituição da fachada, terminaram-se os trabalhos na cobertura e aperfeiçoaram-se detalhes nas estruturas laterais já restauradas em setembro.

 

O resultado desta iniciativa foi bastante positivo, com a participação de pessoas que vieram de longe para concluir o desafio a que se propuseram, e com a participação de jovens que pretendem agora replicar estes ensinamentos com a construção de cabanas similares noutros contextos profissionais e paisagísticos.

 

Mas, acima de tudo, destacamos o desejo manifestado por outros pescadores em dar continuidade a este esforço de divulgação do património cultural da comunidade piscatória da Lagoa de Óbidos, desta forma contribuindo para perpetuar na memória a história do seu povo.

 

 

Tanto na Natureza como na Cultura, é imperativo conhecer para preservar.


Como tal, este projeto do Orçamento Participativo Portugal desafiará em 2020 outras entidades locais para a promoção de uma iniciativa conjunta de restauro das cabanas tradicionais dos pescadores da Lagoa de Óbidos, desta forma homenageando a comunidade e acrescendo valor cénico às belíssimas margens da nossa lagoa.


Como não podia deixar de ser, o convívio deste sábado à tarde terminou com música. Os amigos José e Cristovam trouxeram-nos os sons da concertina, de flautas feitas com materiais da beira da lagoa de Óbidos e um reco-reco improvisado com pinhas apanhadas junto à cabana restaurada. Chico Nega, conhecido pescador da Lagoa de Óbidos, juntou-se ao grupo partilhando o seu grande talento na gaita de sopro.

 

 

 

 

A LPN agradece a todos os que se juntaram ao centro de interpretação neste desafio, pelo entusiasmo e pela partilha de informações que muito enriquecem o trabalho atual e futuro deste projeto.

 

As atuais Cabanas dos Pescadores da Lagoa de Óbidos possuem variações às Cabanas Tradicionais. Pode consultar mais detalhes sobre as estruturas originais aqui.

 

 

 

 

Para mais informações sobre o Centro de Interpretação para a Lagoa de Óbidos, clique aqui.

 

 

Subscreva a
nossa Newsletter

Se deseja receber informação atualizada sobre a LPN, por favor insira o seu email:

©2018 Liga para a Protecção da Natureza.

Powered by bluesoft.pt