Visita às instalações de pré-libertação de Tartaranhão-caçador

A LPN, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), organizou uma sessão de apresentação do Plano de Emergência para a Recuperação do Tartaranhão-caçador que decorreu no Centro de Educação Ambiental do Vale Gonçalinho, em plena Reserva da Biosfera da UNESCO de Castro Verde, com uma visita às instalações de conservação “ex-situ” para aclimatação à natureza (pré-libertação) de tataranhão-caçador.

 

 

 

 

 

O programa contou ainda com uma sessão de anilhagem de juvenis de tartaranhão-caçador (pré-colocação na gaiola de aclimatação).

 

 

 

 

 

Os juvenis de tartaranhão-caçador que nasceram este ano "ex-situ" têm que aprender a voar e ganhar autonomia para sobreviverem na natureza. A aclimatação ao meio natural (hacking) é uma etapa essencial para a sobrevivência destas aves e está a decorrer nas estepes cerealíferas de Castro Verde, numa das propriedades da LPN.

 

 

 

 

Rita Alcazar, coordenadora da Delegação da LPN em Castro Verde, refere que “o tartaranhão-caçador era uma das aves mais comuns nas nossas planícies alentejanas. O decréscimo que está a ter é tão acentuado, que atualmente é difícil ser observado”. Acrescenta ainda que “estas ações de emergência [incubação de ovos e conservação "ex-situ"] só estão a ser efetuadas porque a situação da espécie é tão dramática, que apenas com uma intervenção de resgate e salvamento será possível assegurar a sobrevivência dos juvenis e conseguir evitar a extinção da espécie em Portugal”.

 

No passado dia 19 de julho foram libertados 21 juvenis de tartaranhão-caçador em Castro Verde e 7 juvenis estão agora na fase de aclimatação para serem libertados em breve.

 

O Plano de Emergência para a Recuperação do tartaranhão-caçador é coordenado pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas em parceria com Liga para a Proteção da Natureza (LPN), Palombar – Conservação da Natureza e do Património Rural, Sociedade para os Estudo das Aves (SPEA) e pelo Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO).

 

 

Subscreva a
nossa Newsletter

Se deseja receber informação atualizada sobre a LPN, por favor insira o seu email:

©2018 Liga para a Protecção da Natureza.

Powered by bluesoft.pt